quinta-feira, 20 de maio de 2010

Balenciaga. El diseño del límite

O Museo de Bellas Artes de Bilbao rende homenagem a este modista em uma exposição de com 35 peças de alta costura divididas em sete áreas temáticas: noite brilhante, ave de noite, o corpo hospedado, o milagre Balenciaga, silhuetas noturnas, mulheres flor e a noiva.

Cristóbal Balenciaga era filho de uma costureira e, após um começo precoce no mundo da moda com 13 anos, se formou em Paris em alta costura sob o mecenato da marquesa da Casa Torre. Em 1913 abriu seu próprio atêlier em San Sebastián, que naquela época era um dos lugares frequentados pela aristocracia no verão, e devido ao sucesso obtido abriu lojas também em Barcelona e Madri. Em 1937 se transladou a Paris, onde se transformou ao longo de três décadas em um referente da alta costura, caracterizado pela perfeição do corte, as qualidades dos tecidos e a inovação de cada coleção, mas sempre baseada na feminilidade e a elegância.Desde a capital francesa vestiu a mulheres da alta sociedade européia e norte-americana até 1968, ano em que fechou sua maison devido ao surgimento do “pret-a-porter” .


Se você quer aprender um pouco mais sobre este mestre, pega a pipoca, o guaraná e assista : Balenciaga, o legado de um mito.

imagens rtve

2 comentários:

Arantza Saez de Lafuente disse...

Estás en Bilbao, Angélica?

Me encantaría verte.
Por si no te acuerdas, soy Arantza Saez de Lafuente, nos sacamos una foto, yo llevaba blazer blanco, pantalón azul marino y foulard de rayas marineras.
Te dí mi tarjeta de www.maspersonal.com
Estuve en la exposición del museo la semana pasada, e hice un post sobre Balenciaga.
Esta exposición es un LUJO.
Un abrazo

Angélica Dass - Madrid disse...

Hola Arantza! Que tal? Yo estoy en Madrid pero tengo ganas de ira a Bilbao a ver esta exposición! No te preocupes que si voy te llamo y tomamos un café!
beS.O.S