sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Rio Moda Hype - Segundo dia

Passada a primeira parte dos desfiles do RMH, acontece hoje no mesmo salão (Copacabana) a partir das 15h30, a segunda e ultima apresentação dos novos talentos da moda brasileira.

Depois das boas críticas dos desfiles de Fernanda Yamamoto, Allison Rodrigues (meu preferido até por fazer masculino, fora as estampas, cores e grafismo escolhidos) e Julia Valle, que ao contrario das grandes marcas, mais preocupadas no comercial que no conceitual, os novos designers convenceram, e trouxeram um pouco de novidade para a nossa moda.

Hoje então é a vez dos estilistas/marcas: Pure, Stefania, Alexandre Guimarães, Halleck, Tchibi e R.Groove. Confiram o release dos desfiles, quem tem de novo trilha sonora do DJ carioca Gustavo MM (com exceção da marca Al. G) e Make up/Hair de Rogério Santana e a equipe do Hit Make Up.

Pure : A marca é formada pelo trio de mineiros Caio Alvi (designer de acessórios, pós-graduado em processos e funções do desenho de moda pela Universidade Felicidade Duce, de Barcelona, e especializado em design de calçados e bolsas pela Faculdade Cimo, de BH), por Thiago Leão (stylist é pós-graduado em Design de moda pela Fumec, de BH, e especializado em figurino para Cinema e Moda pelo Museo Del Traje, de Buenos Aires), e Natália Begazo (cursou design de Moda na Faculdade Fumec e passou pelas marcas mineiras Coven e Alphorria.), e são focados no mercado de roupas e acessórios diferenciados, acima de modismo ou tendências.

Coleção: Em sua segunda participação no RMH, a marca que foi destaque recente da britânica Freestyle Magazine, buscou inspiração em pergaminhos, tipografias antigas e texturas desgastadas pelo tempo, alem de arte, e a própria história que envolve esse universo, para a criação da coleção “Pergaminho”.

Materiais: Tricô inovador, jeans, sarja e couro.

Silhueta: Ombros volumosos e, na parte de baixo do corpo, seca.

Cores: Tonalidades de cinza, azul claríssimo e náutico, amarelo canário, bourdeaux, cimento, oliva, preto e off-white.

Styling: Rodrigo Pollak

Stefania : Criada por Stefania Rosa, que é formada em moda pela Universidade Estadual de Londrina e especialista em História e Teorias da Arte, também já foi coordenadora de cursos de moda em Brasília, e atualmente é professora de modelagem plana, moulage e ilustração. Em novembro, ela lança o livro Alfaiataria – Modelagem Plana Masculina pela Editora Senac/DF.

Coleção: Em sua quarta participação no Rio Moda Hype, a estilista se inspirou nos detalhes de portões, construções ousadas e composições de interiores da obra do arquiteto Gaudí, criando contemporâneas, estruturadas com linguagem de alfaiataria e cheias de volumes plissados. Saias e golas sobrepostas criam um degradê de camadas, e os tricôs aparecem em blusas e golas da coleção “Gaudí”.

Materiais: Lãs, veludos e flanelas, seda e tricô.

Silhueta: 40’s.

Cores: Variações de marrons, vinhos e rosados, além de grafite e azul e lilás pastéis.

Styling: Rogério S.

Alexandre Guimarães : Graduado em design de moda, Alexandre lançou a Al. G, em 2006, tendo duas passagens pelo Oi Barra Fashion Tour Bahia, com as coleções Da praia ao asfalto (verão 2007) e c/TaTo (inverno 2008). Suas peças são desenvolvidas e comercializadas no atelier da marca, no bairro do Campo Grande, em Salvador. Seu trabalho mistura referências artísticas, experimentações, alfaiataria, conceito e aplicabilidade. Ele também atua como figurinista.

Coleção: A coleção “Sucata” é inspirada na poluição visual dos diversos aglomerados das grandes metrópoles, como prédios, pessoas, engarrafamentos, publicidades e lixo. O estilista recicla a fralda de pano, transformado-a em tricô, e transporta o tactel da bermuda dos surfistas para vestidos garden party.

Materiais: Os tecidos variam dos 100% algodão (fralda, cambraia e tricoline) aos 100% poliéster (tactel peletizado), com ênfase no beneficiamento.

Silhueta: Pirulito, ampla em cima e seca embaixo, com pregas e pences estratégicos.

Cores: Branco-neve, off-white, fumaça, lavanda, marinho e preto-betume.

Styling: Roberta Stamatto.

Trilha: Alexandre Coutinho.

Halleck : O carioca de 21 anos Silvio Halleck , é assistente de estilo da Osklen, estilista e multimídia. Estudante de Design de Moda na Universidade Veiga de Almeida (UVA) e tem especialização em Chapelaria, além de já ter atuado com figurinistas e carnavalescos.

Coleção: Inspirada na Metalurgia, a coleção “Metalurgic Engineering” mostra o processo de desenvolvimento do metal, da coleta da matéria-prima até o acabamento final, passando pelos sub-temas forja, laminação à frio, conformação plástica e arcos elétricos. As referências são atemporais, como física metalúrgica, arquitetura neoclássica, expressionismo abstrato de Jackson Pollock, ciclopes modernos de Adolph Von Menzel e esportes, como automobilismo, baseball e esgrima.

Materiais: Algodão, nylon, acetato, viscolycra, tricô, couro e metais se confrontam entre os looks e são fundidos na mesma linguagem.

Silhueta: Rígida, propõe divisões e junções de modelagens a partir de recortes estratégicos.

Cores: Tons austeros ganham toque de cor, preto e branco, amarelo, vermelho, titânio, mercúrio, inox e ferrugem.

Acessórios: Jóias exclusivas da joalheira Silvia Beildeck.

Styling: Helena Luko.

Tchibi : A marca Tchibi, que vem do japonês “chibi” e significa tanto um ser pequeno quanto um estilo de desenho estilizado, foi criada pela paulistana Mariana Castro, que desde os 16 anos já vendia camisetas no Mercado do Mundo Mix e, depois de vários cursos técnicos em moda e vestuário no SENAI, venceu o Prêmio L’Oreal Criando Moda, aos 18 anos, e estagiou na Daslu. A marca e para pessoas que curtem o novo, o universo pop sem deixar suas próprias características de lado.

Coleção: A marca propõe uma coleção-releitura, a Neo Folk, com o foco em um ambiente urbano e caótico. A jovem idealizada pela marca, respeita a tradição, aprende idioma distante, toca violão e faz crochê, ao mesmo tempo que ouve rock, assiste TV coreana e navega pela internet. Essa e a cara da coleção “Folk”.

Materiais: malhas e lã.

Silhueta: Curto e solto ao corpo.

Cores: Bege, roxo, rosa, marrom (floks) e preto, cinza, verde azulado e vermelho (urbanos).

Styling: Lu Lima e Leo Neves.

R.Groove : O estilista Rique Gonçalves faz sua terceira participação no Rio Moda Hype, coroado pela conquista do Prêmio Moda Brasil, na categoria revelação, e pelo sucesso de sua loja, na Galeria River. A marca foi criada em 2007, com vontade de unir arte, moda e comportamento urbano, e ganhou o prêmio RMH, no inverno 2008, e participou do Salão Internacional de Moda Madrid (SIMM). A marca imprime o estilo de Rique, focada em uma linguagem de street art em estampas e shapes.

Coleção: O designer propõe uma campanha não só a favor da natureza, mas também exaltando a vida na coleção “I love life”, livremente inspirada no filme Wall-e, da Pixar. A paixão pelas pequenas coisas esta em alta. A mistura de formas tecnológicas e orgânicas, como pixel art e recorte em alfaiataria, criando grafismos e ilusões de óptica, são um dos destaques da coleção.

Materiais: Tricot, algodões, malha, sarjas e jeans.

Silhueta: Os shapes misturam largos em baixo e alinhados encima. Orgânicas se misturam a formas tecnológicas.

Cores: Preto, branco, cinzas, verdes e uvas são quebradas pela diversão dos corações em melancia e jogos de estampas.

Styling: Lu Lima e Leo Neves.

Veja toda nossa cobertura aqui!
Imagens: divulgação FashionRio (Marcio Madeira)

Um comentário:

Pri Caineli disse...

Oi!
Sempre venho aqui prestigiar o seu blog, ele é ótimo!
Agora também tenho um blog, é sobre beleza:
www.blig.ig.com.br/princesanatorre
Dá uma passadinha lá!
Estendo o convite também para todos seus leitores.
bjus!