terça-feira, 27 de novembro de 2007

modelos de seducción

Gente!!! Acabo de voltar do primeiro dia de um curso, superbacana no Museo do Traje (MODELOS DE SEDUCCIÓN. LA DEFINICIÓN SOCIAL DE LA BELLEZA, EL GLAMOUR Y EL DESEO).Onde discutimos neste primeiro dia sobre "A beleza como símbolo. Uma história cultural das modelos" e "Sobre beleza na arte e publicidade". Hoje vou somente falar sobre a primeira pra não ficar cansativo... Fizemos um recorrido histórico sobre as modelos como cânone de beleza. Desde Marie Vernet, primeira "modelo" e mulher de Worth , Denise mulher de Paul Poiret. Passando por Irene Castle, bailarina americana , que em 1911 foi a pioneira em criar um estilo de andar para a passarela. Avançamos até 1924 onde Jean Patou, que era um estratega, queria aumentar suas vendas nos EUA e para fazer "barulho" anuncia um casting onde foram centanas de americanas , ele escolheu algumas e levou para "modelar" em Paris ,para que as compradoras americanas se indentificassem com o produto e é claro, com os corpinhos de suas conterrâneas!
Falamos também sobre os anos 30 e suas mulheres com "cara" de deusas (Vionnet), idealizadas numa época em que todas eram brancas mas o referêncial sexy que posteriormente copiariam as poses era Josephine Baker. E também passamos pelos anos 40 onde o ideal era a simplicidade , sobriedade e um sorriso, bem próximo as mulheres reais pois não eram tempos de nem felizes nem fartos na Europa, mas veja como era nos EUA. E chegou o pós guerra com Dior e seus espetaculares desfiles em Montmartre, onde as modelos foram atacadas pois tanto luxo, não era bem visto depois de tanta fome. Neste momento Barbara Goalen , um dos referenciais da época, criou um clichê das passarela: tirar o casaco de pele e sair arrastanto como se custasse "nada".Para esquecer o tempo das vacas magras!
Chegaram os 60 com a juventude e o frescor de Jean Shrimpton e Twiggy que veio da classe "operária" e se transforma em um ideal de beleza, um exemplo de que qualquer uma pode se transformar.
Chegam as negras , sempre exóticas ,Donyale Lune, mas pelo menos já aparecem . Paco Rabanne é o primeiro a usar varias etnias, orientais , caribenhas, negras nos seus desfiles. Os 70 chegam com as carinhas mais naturais, e por primeira vez falamos sobre os salários da modelos, quanto ganham pra fazer uma campanha exclusiva, os referênciais são Lauren Hutton e Margaux Hemingway. Nos 80, belezas como Iman , Grace Jones e Bervely Jonhson entram na história...e chegam as Supermodelos, que todos já conhecemos...e nos 90 buscamos uma beleza mais natural, honesta, limpa e minimalista para contrastar com a artificialidade dos 80... Enfim as anotações que tenho só sobre essa palestra me renderiam váaaaarios posts, isso foi o resumo do resumo, espero que gostem e todos os dias escreverei um pouco sobre este curso...

3 comentários:

Rebecca Nunes - Milano disse...

ADOOOOOOOOOOOOOOREI!!!
arrasou!!! eu quero resumo do curso todos os dias!!!

Angélica Dass - Madrid disse...

Que bom q vc gostou do curso, vamos ver se no próximo, vc q está aqui pertinho vem e fica aqui em casa!

Rebecca Nunes - Milano disse...

fechado ;)
olha q aceito mesmo :)
baci