domingo, 14 de outubro de 2007

Fumar Mata!

O cigarro na moda é um assunto muito debatido, e depois que o Sartorialist postou esta foto ao lado com duas francesas altamente fashion, mas com o cigarro na mão, a discussão foi tanta que ele a partir de agora vai "photoshopiar" todas as estilosas que tiverem cigarro. Essa polêmica nao é nova, mas quando você abre a Vogue Italia deste mês, você percebe que tem algo "errado" com a moda, 5 fotos em diferentes editoriais com modelos fumando ???? Será uma nova tentativa de dar glamour ao ato de fumar ??? Será coinscidência ??? O que vocês acham?
PS: Eu sou fumante, e não vejo nenhum glamour nisso!
De qualquer forma aqui abaixo vocês podem ver alguns editorias desta edição, e tenho que dizer que apesar do babado a Vogue Itália é uma das minhas favoritas!

6 comentários:

Lissandro Silva - Londres disse...

Não acredito Angel, eu estava falando sobre isso ontem com uns amigos...Acho que fumar tem um glamour por tras sim, tanta gente bacana que fuma em filmes/tv que inconscientemente achamos "cool". Hollywood ganhou muito $$ para glamourizar o cigarro. Acho que o cafe tambem tem um pouco disso.
Não fumo, e bebo pouco cafe, mas tenho que adimitir que a dupla é interessante...hehehe.
Bjo

Lissandro Silva - Londres disse...

Falando nisso, quem assistiu Coffe and Cigarretes??

Luiza Voll disse...

Vocês assistiram o filme "Obrigado por fumar"? Bom, nele o cara simplesmente paga para os produtores de cinema para que o cigarro volte a ser moda. Talvez tenha acontecido algo parecido. Vai saber...

Anônimo disse...

Ouch, naooo!! Achei que isso do "glamour do tabaco" tava superado.

Apois de saber que foram os produtores estadounidenses nas decadas dos 40-50 quem estimulados por as "doaçoes" que ofreceram as tabacaleras USA, convertiram aquele jeito en algo glamouroso, de maos de Humpfrey Bogart, Veronica Lake, Lauren Bacall, Glen Ford, Rita Hayworth...ninguem saia nissos filmes falando do socialismo ou corrupçao do sistema (salvo o excepcional Welles), pero sem embargo quase tudos os heroes ou antihéroes saian fumando porque aquilo dava-les um halo de misterio sofisticado ou maldito.

Ta bom, asumo que o compleixo moral de superioridade na Europa, nos bota sempre por acima da ridicula moralina USA, hipócrita e censora, que agora aplica o puritanismo exterminador com o tabaco, nos medios de comunicaçao de massas, quando foram eles quem exportaram-lo a meio mundo (ainda les resta outro meio, en vias de desarroio, onde acrecentan-se os consumos na actualidade).

Sendo asim a historia e a actualidade, e sendo que tudos os paises Europeos tan legislando en contra do tabaco como droga social muito perigosa pra a saude, e sobre tudo...pra as arcas do estado, ao que ja nao compensa o que ingresa en impostos, ou sim?...parece curioso que na Vogue, glamourosa ela..."casualmente" aparezcan issas mulheres sofisticadérrimas e ligadas a seu "femme fatalismo" fumador.

Pra aquele que siga considerando que numa mulher atrativa, elegante, divertida, ou misteriosa, con uma boca desejable, e um corpo pra o pecado, como as que retrata Vogue sigue aportando glamour um cigarro...le invito a que beije uma dissas mulheres, contaminada com o seleto aroma do cincero na sua boca e nas suas roupas de marca e preço significativos.
Vc ten que amar a issa mulher pra aceitar isso, frente a um aroma de alento limpo, o natural,...e o chero gostoso do suavizante...
O glamour visual da Rita hayworth queda aniquilado num beijo decepcionante?...qué glamour mais sem sentido enton!

Ademais, a libertade de representar issos simbolos de autonomía e dereito a facer o que queramos, o que quiseram issas mulheres fatales, libres, nao domesticaveis, sempre acaba na mesma lixeira, com imagens bem antiquadas, e apresantes, como issas, o la recente e polémica da mulher sometida por 4, ou 5 homens definitivamente com estética Querelle, que quase tan forçamdo-la na publicidade de D&G.

Ta bom...issos som os clásicos clichés de femme fatal...ou desvalida, pero sempre divina, que realmente nao trocan nada de fundo na nova imagen e realidade da mulher, emancipada sexual e monetariamente...e com uma voz propria no mundo.

Nao sería mais glamouroso presentar a uma mulher escolhendo enton brinquedos sexuais, o impartendo uma severa aula pra um grupo de homens, ou realmente crooner, junkie por muitas mais drogas que o tabaco, ou com meias de seda e issos mesmos conjuntos estéticos de roupas, mas tambem com bata, investigando num laboratorio sobre o cáncer, seducendo só com sua presencia a tudos os homems perto,...?

Nao, porque la Autocensura sim funciona em issos aspectos, e por contra reclamamos nosso direito a fumar e mostrarlo asim numa imagem glamourosa da Vogue Italia?....Nao acredito em nada, porque nada ocurre por casualidade. Debería ser normal o natural, poder ver isso, sem o escándalo estúpido dos estadounidenses, pero tb devería ser acreditable que issos cigarros estáo lá de manera fortuita, ou natural, e nao porque ninguem paga pra que estén...como acreditar que o tabaco nao mata...pero tudos sabemos ja que tudo isso nao é assim.

Frau Martins - Berlin disse...

BRAVO! Faco minhas suas palavras, anonimo ;-)

Lissandro Silva - Londres disse...

Acho que conheco esse Anonimo com sotaque espanhol...hehehehe